A RIQUEZA CULTURAL DE HSIPAW

Hoje o dia começou bem cedo, exatamente às 4h30, hora em que fomos conhecer o mercado a luz de velas de Hsipaw.

Este lugar serve de abastecimento para os motoqueiros e donos de mercearias que vão de vila em vila vendendo tudo em suas motos.

O horário de trabalho é inusitado: das 3h até o dia clarear.

Uma pena que as luzes fluorescentes brancas invadiram esse lugar, assim como todos os bazares e mercados da Ásia, dificultando as fotos que ficam impossíveis de serem feitas. Aproveitamos alguns poucos que sobraram com suas velas e nos divertimos com a confusão de gente para lá e para cá.

monastério monge hsipaw myanmar

O dia raiou e seguimos fotografando. Todos os dias, entre as 6h e 7h, monges e monjas saem pela cidade recolhendo doações de comida. Todos passam de casa em casa tocando um sininho enquanto esperam as pessoas trazerem os alimentos (arroz, em sua maioria). Fotografamos loucamente, é claro!

Voltamos para o hotel, tomamos o café da manhã e saímos de novo em direção a um museu que mais parecia um documentário vivo.

No local, uma senhora cuja família fez parte da antiga realeza de Myanmar, contava sua história e nos mostrava fotos de sua vida. Em seguida, partimos para o último programa de Hsipaw, um monastério antigo. Foi delicioso fazer algumas fotos por lá.

Assim encerramos a nossa primeira semana por aqui. Pegaremos o avião de volta para Yangon para encontrarmos outras seis andarilhas e seguir rumo a mais sete dias de aventuras.

This post is also available in: Inglês

-

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>