CHEGANDO EM HAVANA

No carro conversível Havan Cuba Dani Tranchesi

Pedro e eu chegamos separados do grupo em Havana.

Foi um pouco confuso pois o aeroporto é pequeno e não está preparado para enfrentar a quantidade de turistas que, todos os dias, desembarcam por aqui.

Nossas malas demoraram para aparecer na esteira, e só despontaram depois de uma profusão de rolos envoltos em sacos plásticos – pelo que percebi, são as bagagens dos cubanos que trazem tudo o que podem de outros países, sabendo que os suprimentos são escassos por aqui.

Fotografando em Havana Cuba Viagens
Fotografando em Havana
Pegamos um táxi e fomos para o nosso hotel. Um 4 estrelas que talvez signifique um 2,5 estrelas no Brasil ou algo assim. É limpo, grande, mas bem simples.

Na chegada, ganhamos uma hora de internet, mas teremos que comprar para os outros dias, e mesmo assim funciona mal. Tenho linha no meu telefone e consigo mandar algumas mensagens com o meu serviço de dados, mas o 3G não entra de jeito nenhum.

Deixamos as malas no hotel e fomos caminhar. Passeamos pelo Hotel Nacional, lugar ícone da cidade onde se reuniam os grandes nomes da máfia mundial antes da Revolução.

Hotel Nacional em Havana Cuba
Hotel Nacional

Famintos, fomos de táxi antigo e conversível até uma pizzaria que eu me lembrava ser boa, pois passei meu aniversário lá em 2014.

Na hora de pegar um táxi, você pode optar pelos amarelos básicos ou por um carro vintage. Normalmente, a diferença na tarifa é de 3 a 4 dólares. Independente da escolha, sempre combine o preço antes de qualquer corrida, por aqui não há taxímetro.

Na manhã seguinte encontramos uma americana que faz parte do nosso grupo de workshop e saímos a pé para fotografar pelas redondezas. Como já falei aqui, é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida! Com o Pedro, então, é só alegria!

Cuba me parece exatamente igual a 2014: pobre, cheia de problemas, porém alegre e receptiva.

Temos uma semana por aqui com um grupo de 10 americanos, uma fotógrafa da International Center of Photography, escola de fotografia americana que organiza esse workshop, e mais uma fotógrafa cubana que nos acompanhará o tempo todo. Fora a guia local e o motorista.

No próximo post volto com novas aventuras!

-

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>