CHEGANDO NA CHINA

CHEGANDO NA CHINA - Pequim - Dani Tranchesi

Minha viagem, dessa vez, começou por Pequim.

Sempre que posso, opto por vir para a Ásia de Qatar Airways. Acho mais fácil, além de adorar o aeroporto de Doha, onde paro para trocar de avião.

São 13 horas de voo até Doha e mais 8 horas até Pequim.

Depois de uma rápida imigração – apesar de o aeroporto ser gigante – chegamos ao nosso hotel. Algumas meninas já nos esperavam por ali e outras ainda chegariam na manhã seguinte.

O hotel Península, bem tradicional e maravilhoso, foi uma alegria para os nossos corpos cansados. Mas só deu tempo para um banho e lá fomos nós para o primeiro jantar por aqui, no Temple. Como o próprio nome diz, o restaurante está dentro de um antigo templo com arquitetura linda e comida deliciosa. Foi um ótimo começo.

Pequim é muito diferente do que eu imaginava. Não vi aquela multidão, apesar dos seus 21 milhões de habitantes. Talvez por ter ruas largas e grandes avenidas, não tive a impressão de um lugar lotado, como em muitas cidades asiáticas.

Pequim no parque China
Pequim no parque

O dia seguinte foi todo dedicado a conhecer ao máximo a cidade. Fomos logo cedo ao Temple of Haven, que mais parece um clube. Os chineses se divertem por aqui, tanto fazendo tai chi ou dançando, quanto jogando cartas e dominó. A cidade está confusa por causa de um encontro de chefes de estado, o que nos obrigou a voltar para o hotel de metrô, uma experiência divertida em um metrô limpo e organizado. Adorei!

À tarde fomos para a Cidade Proibida, essa sim bem próxima ao que eu tinha na cabeça e ao que vimos no filme o Último Imperador: uma porção de construções incríveis formando uma cidade perdida em um passado longínquo.

A praça da Paz Celestial, com suas imagens de Mao Tse Tung, contém em seu piso de pedra milênios de história.
Cidade Proibida Pequim China
Cidade Proibida
Praça da Paz Celestial Pequim China Dani Tranchesi
Praça da Paz Celestial

Para fechar o dia, fomos comer o tradicional Pekin Duck que amo e precisava experimentar por aqui, afinal, é seu local de origem.

Amanhã vamos para Xian, de onde escreverei mais um capítulo.

Até breve!

-

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>