DESBRAVANDO O MÉXICO

DESBRAVANDO O MÉXICO Museo Frida Kahlo Jan Neumark

Muito além das praias e margaritas, o país de Frida Kahlo e Diogo Riviera agrada desde famílias com crianças até casais em lua de mel.

Colonizado pelos espanhóis (que iniciaram a exploração do país em 1519), o México recebe, anualmente, cerca de 4 milhões de turistas a procura de praias paradisíacas e das histórias contidas em cada pirâmide, cenote ou museu.

A dica é iniciar a viagem pela Cidade do México, a 12º cidade mais populosa do mundo.

Três noites é o tempo ideal para que você consiga visitar os principais museus, como a Casa Azul, onde viveu Frida Kahlo e o Museu de Antropologia, perfeito para quem deseja mergulhar na cultura tradicional mexicana.

Em esquema bate e volta, dá para conhecer as famosas Pirâmides de Teotihuacan, localizadas a 40 km da capital. Ao longo da zona arqueológica, que possui 2 km, é possível admirar a pirâmide do Sol (próxima ao portão 2) e da Lua (ao final da Calçada dos Mortos).

Da Cidade do México, seguimos rumo à San Miguel de Allende, uma típica cidade mexicana, eleita a melhor cidade do mundo pela Condé Nast Traveller em 2013. E não é para menos. Dando uma volta em seu centro histórico, entendemos que a cidade faz jus ao prêmio.

San Miguel de Allende México
San Miguel de Allende

De lá, a dica é seguir para Riviera Maya, mais especificamente para a praia de Mayakoba, ideal para ver e ser visto.

Próximo dali, está a cidade a Tulum, conhecida por ser um sítio arqueológico e por suas águas cristalinas. No caminho, aproveite para conhecer os famosos cenotes, cavernas com águas límpidas e gélidas. Garanto que vale a visita!

Cidade Tulum México
Tulum

Aqui abro espaço para uma dica gastronômica imperdível: a pop up do Noma, eleito o melhor restaurante do mundo pela San Pellegrino. Comandado pelo chef René Redzepi, o Noma já passou por Tóquio e Sydney e agora desembarca entre a selva e o mar do Caribe. Além da gastronomia de primeira, o restaurante também oferece cursos de drinks, onde a renda será revertida para a Fundação Mundo Maia, que apoia o desenvolvimento sustentável da região.

Para quem estiver com tempo, vale a pena seguir para Baja Califórnia, explorando o Mar de Cortez, conhecido como o “aquário do mundo”, graças as 850 espécies marinhas que ali vivem.

Hospede-se nos famosos resorts e parta para explorações. Hasta luego!

*Jan Neumark é dono da agência Viajan e compartilha com o site suas dicas de viagens.
www.viajan.com.br
@viajanturismo
-

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>