NA MÃO. NA MALA. NO CHÃO

Já tem um tempo que a mala de mão costuma ir deslizando pelo chão.

E talvez esta seja a melhor maneira de levá-la em uma viagem. A possibilidade de carregar a bolsa sobre rodas nos dá a liberdade de levar mais itens sem sobrecarregar a coluna.

Assim como a bagagem que será despachada, aquela que levamos conosco também deve ser leve.

Se tiver rodinhas, melhor. Caso não tenha, as alças devem ser longas o suficiente para carregar nos ombros ou para serem usadas na transversal. Ou seja, as mãos devem estar livres para pegar documentos, cartão de embarque e o que mais for necessário. Outra opção, bem descontraída, são as mochilas – de preferência aquelas com rodinhas que podem ser protegidas caso opte por levá-la nas costas. Compartimentos são bem-vindos em qualquer modelo escolhido. Caso não tenham subdivisões, vale usar os organizadores pequenos.

NA MÃO. NA MALA. NO CHÃO NA MALA DE MÃO - Dani Tranchesi - Moda - Kátia Simone

O que não pode faltar dentro desta preciosidade? Uma troca de roupa completa, incluindo lingeries, suéter e uma boa pashmina.

Tudo em cores neutras e que combinem com a roupa que vai no corpo. Alguns detalhes devem ser levados em conta na escolha destas peças: ser de material leve, pouco volumoso e que não amasse. Uma calça skinny de malha e uma camiseta mais comprida, que não marque o quadril, costuma funcionar bem em caso de apuro. Entenda que o apuro não surge apenas quando a mala despachada não chega ao destino final no mesmo voo. As vezes, uma turbulência inesperada pode derrubar vinho em sua roupa! Se a outra troca estiver na mão, isso não será um problema. Daí a importância de ter tudo organizado tanto na ida quanto na volta!

Dinheiro e documentos sempre vão juntos com você! Se tem hábito de levar joias em sua viagem, é na bagagem de mão que elas precisam estar!

Nunca devem ser despachadas. Separe um espaço bem protegido para os equipamentos eletrônicos – o computador deve estar fácil para ser retirado ao passar pelo raio x.

E agora vai aqui a listinha de mais alguns itens importantes para um voo tranquilo:
  • hidratantes para mãos e lábios
  • remédios de uso contínuo
  • lixa para as unhas que insistem em quebrar enquanto despachamos as bagagens – ou isso só acontece comigo?
  • um livro e uma revista
  • pasta, escova e fio dental
  • maquiagem para retoque antes do desembarque – um bom corretivo salva qualquer sinal de cansaço! Caso esqueça o seu, vale uma paradinha rápida no duty free para “testar” o último lançamento internacional disponível!
  • se viajar de salto, leve uma sapatilha maleável
  • boas músicas e seu fone de ouvido
  • uma barrinha de chocolate meio amargo para repor energias e recuperar o ânimo encerra minha lista.
Importante destacar que produtos líquidos ou pastosos devem estar em frascos de até 100 ml e em sacos plásticos transparentes.

“Acomode sua bagagem de mão no compartimento localizado acima dos assentos ou abaixo da poltrona a sua frente”. Depois desta mensagem, e com tudo o que foi citado ao alcance das mãos, é hora de sentar, relaxar e aguardar a aterrissagem.

Tenham todos um ótimo voo!

1 comentário

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>