QUANDO ME PERDI EM HONG KONG

QUANDO ME PERDI EM HONG KONG

Chegamos em Hong Kong à tarde e para comemorarmos nossa primeira noite por lá, decidimos jantar no Zuma.

O restaurante parecia ser perto de onde estávamos hospedados. Fomos com o motorista do hotel, que apenas desceu uma rua e virou à esquerda.

Na hora de ir embora, tínhamos a opção de pegar um táxi ou chamar novamente o motorista do hotel. Como parecia próximo, decidimos ir a pé. Foi aí que começou nossa aventura. Hong Kong é uma cidade construída em um morro, cheia de descidas e subidas. Além disso, possui poucas faixas de pedestres e muitas passarelas. Andamos muito, subindo e descendo as ruas.

Estávamos cansados e decidimos parar um táxi, que não aceitou a corrida por ser muito próximo ao hotel. Ficamos ainda mais surpresos! Por fim, depois de mais de 1 hora de caminhada, conseguimos encontrar o hotel.

Durante as viagens, nem sempre tudo dá certo, mas é preciso saber aproveitar o lado bom.

No nosso caso foi ótimo, pois conseguimos entender a cidade e como ela funciona. Se estiver em um lugar seguro, vale a pena brincar de se perder – sempre com bom humor, é claro.

Não existe jeito melhor de conhecer qualquer cidade do que com as suas próprias pernas.

-

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>