ÚLTIMO DIA NA BIG APPLE

Acordamos animados para aproveitar o nosso último dia por Nova York.

Pedro e eu saímos a pé em direção ao High Line, um parque suspenso criado em uma antiga via-férrea. É uma delícia passear e fotografar por lá. 

ultimo-dia-na-big-apple-nova-york1

Fomos caminhando até chegarmos ao novo museu Whitney, pelo qual me apaixonei logo de cara, graças ao astral, arquitetura incrível e a exposição de portraits.

ultimo-dia-na-big-apple-nova-york3

Um pouco antes do almoço, paramos em uma barbearia super simpática no Soho, para o Pedro cortar o cabelo. Nos divertimos com o homem do Queens que tagarelava enquanto fazia o serviço. O corte ficou ótimo e lugar chama Harry’s Corner. Recomendo!

O almoço foi em um asiático de novo, chamado Red Farm, um chinês legítimo. Me esbaldei com o dumplins e dim suns, meus pratos chineses prediletos.

ultimo-dia-na-big-apple-nova-york2

À tarde, passeamos pelo Central Park e fomos ao MoMA, pois sempre faz bem dar uma olhadinha no que está acontecendo por lá. Chegamos ao hotel tarde e tão exaustos que pulamos o jantar.

Nova York me faz tão bem que até a fome, às vezes, eu perco!

1 comentário

Deixe uma Resposta

Seu email não será publicado.

Você pode usar esses HTML tags e artibutos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>